Aplicativos Sujeristicos


#slackware-br / Freenode

<coffnix> tu não consegue dar “$ ls” numa fita DAT
<nemmeviu> coffnix: vamos conseguir dar um ls da DAT
<coffnix> nemmeviu: não vamos 😀
<necropresto> uhahuahuhua
<nemmeviu> quero dar ls em DAT
<coffnix> nemmeviu: fita dat não é dispositivo de bloco…. é o mesmo que tu dizer que consegue dar um ls dentro de um arquivo RAW .img ou .iso sem descompactar ou ao menos montar como “ro”
<coffnix> eu queria poder dar um ls numa fita dat :p
<nemmeviu> eu sou pregao.. mas sou lilo ateh que seja lilo
<nemmeviu> e se for img, eu pego via memdisk
<coffnix> nemmeviu: não confunda obra prima de mestre picasso com PICA DE AÇO DE MESTRE DE OBRA
<nemmeviu> quero dar ls em DAT
<nemmeviu> se eu soubece c bem dapra fazer
<nemmeviu> um cara que quando acionado fazia a pontem entre o fisico para a camada de aplicacao… ia ficar bem loco

Esta semana foi marcada por uma pergunta que nao quer calar:

Pergunta sujera: “Por que algoritimos de autenticacao em digest nao funcionam com minha senha em crypt + md5 no banco?”

Resposta: “porque algoritimos de digest nao funcionam com a senha criptografada no banco.”

Pergunta sujera 2: “Mas a senha ta com md5, pq o digest e o cram-md5 nao funcionam?”

Resposta2: “porque algoritimos de digest nao funcionam com a senha criptografada no banco.”

Pergunta Sujera 3: “Mas ta aqui na documentacao: Cleartext passwords allow CRAM-MD5 authentication to be implemented.”

Resposta 3: “Entao… >>>>>CLEAR<<<<text passwords, enfase triplicada no CLEAR. CLEAR como em CLEAR, SEM AUTENTICACAO, SEM CRIPTOGRAFIA, CLEARTEXT, CLEAR, NAO SUJERA, CLEAR.”

Pergunta Sujera 4: “Ta, mas como eu faco pra usar CRAM-MD5 com a senha em crypt MD5?”

Resposta 4: *facepalm* “NAO FAZ.”

Voce esta pensando que acabou? Not yet… Volta ao comeco e leia tudo de novo. Porque nao foi apenas 1 unico sujera, foram 2 sujeras com a mesma questao, mesma fraseologia, so muda uma palavra ou outra.

De ja vu? Bug na Matrix? Erro de verificacao cicilica de redundancia no storage do universo? 2 threads do inferno rodando minha conta na realidade? Bad karma? Ou simplesmente alguem “la em cima” com um senso de humor muito peculiar e pouca coisa pra fazer?

Como diz o UdontKnow, deus, desça senão eu subo de elevador, porque bicicleta ja cansou…

PS – 2 sujeras com a mesma pergunta, e a semana ainda esta começando… essa promete…

Era uma vez numa galaxia muito distante (nao distante o suficiente) um criente com numeros limitados de neuronios – mas que achava que manjava de rede – e um sujeito que queria acessar o VNC desse criente.

Depois da 1a tentativa infrutifera de acessar o VNC do dito criente, o sujeito vem aqui pra, obviamente, me responsabilizar pela falta de conectividade entre a nossa rede e a rede do criente. Como sempre, eu, como nao tenho mais com que me ocupar, fico sabotando as regras de firewall para que ninguem aqui da empresa consiga conectar em outra empresa.

Apos alguma discussao acalorada, em que predominaram algumas palavras-chave (“PORRA”, “tao me SACANEANDO”, “nao conecto no CLIENTE”), eu verifiquei nossas regras de firewall, e confirmei que nao havia nenhuma restricao ou roteamento pra que o sujeito nao conectasse no dito criente…

Insatisfeito, o sujeito, “de volta ao planejamento”, tentou outra conexao e veio novamente me injuriar e caluniar, por causa da minha incapacidade de editar regras de firewall pra que ele pudesse conectar no VNC do cliente.

Dessa vez, no entanto, fui com o companheiro pra conectar no VNC la pela maquina dele. Ele me mostra a tela de conexao do VNC, no qual consta o servidor “192.168.20.13”… Precisa comentar? -.-

Quando eh que esse sofrimento vai acabar?

Era uma vez numa galaxia muito distante (mas nem tanto assim), um canal de irc sobre slackware…

…ate que um dia, apareceu alguem com uma duvida de exec/system em C…

14:51 < SujeraManBr> but3k4 e ai blz???? uma duvida rapidin, o exec(“xx”) em C eu vou como se eu estivese executando um comando no sis?
14:51 < +_pitombera_> system(“xx”);
14:52 < +_pitombera_> SujeraManBr: eh realmente necessario usar System?
14:52 < +but3k4> SujeraManBr sim, mas be carefull com isso, coloca o path absoluto do file
14:53 < +but3k4> tipo /bin/killall
14:53 < SujeraManBr> _pitombera_ no caso é para eu debugar um erro, e nao tenho muita experiencia com C dai eu to fazendo algo do tipo “echo erro >> arq”

Nada como chamar o shell de dentro de um programa em C pra dar echo numa mensagem de erro pra dentro de um arquivo… Vamos economizar fopen’s, fputs e file descriptors, que o shell resolve 😀

Super Mega Sujera Oracle compilator Tabajara

O CHATOO do gentoobr nos enviou essa pérola.

Sujera> mas tem algum “emerge” para bin?rios?
Sujera> eu sei que vai contra a filosofia do gentoo…
Sujera> mas existe?
leUX> ma emerge
leUX> man emerge
UdontKnow> Sujera: leia sobre GRP
CHATOO> logico
UdontKnow> Sujera: Gentoo Reference Platform
CHATOO> openoffice, firefox
UdontKnow> Sujera: tem pacotes binarios sim
CHATOO> thunderbird
Sujera> mas esses nem demora tanto pra compilar…
UdontKnow> Sujera: contra filosofia? uh?
CHATOO> Sujera: q legal ne..
UdontKnow> Sujera: se openoffice, firefox e thunderbird nao demoram, o que demora entao?
bbj> Sujera, ha alguns pacotes-binario no package CD, e mais de 10000 ebuilds pra vc no ${PORTDIR}. e’ so’ escolher 😛
Sujera> ORACLE
UdontKnow> AHAHAHAHA
CHATOO> oracle?
CHATOO> mentira…
UdontKnow> Sujera: esse eu queria compilar
UdontKnow> Sujera: ja compilou ele?
CHATOO> alguem grava isso pra mandar pra o sugeirisse..
CHATOO> uauauauauauauau
CHATOO> eu tb..
leUX> uahuahuahuahuahuh
bbj> Sujera, manda os fontes pra mim 😛
CHATOO> tem ele ae pra gente baixar.. o source
Sujera> vai ver l? no site, o m?dulo novo do ORACLE XPRESS
Sujera> bando de desinformado
bbj> hahaha
CHATOO> ‘e ne…
CHATOO> foi mals..
CHATOO> vou ler sobre o assunto agora…
Sujera> Quer saber? Falou pra vcs…
CHATOO> falow
Sujera> Bando de gente chata.
CHATOO> obrigado pela dica…
leUX> hauahuh
CHATOO> antes de sair deixa o link pow.. do oracle
bbj> Sujera, da o endereco pra gente ver
bbj> Sujera, se vc tiver razao, a gente fica quieto 😛
CHATOO> bbj: concordo…
Sujera> http://www.suamamaede4.hardcore.gentoo.org
UdontKnow> Sujera: ou fala pra gente onde ta o ebuild dele
Sujera> pode ir l?…
bbj> hahaha
-!- Sujera [n=Sujera@c906cb90.virtua.com.br] has quit [K-lined]
UdontKnow> eh
CHATOO> bicho..

pois eh… tem gente que não sabe mais o que fala nos canais pra ficar famoso.

Bom, visto que alguns resolveram desencavar umas sujeradas antigas… resolvi postar um lance que ocorreu há pelo menos 2 anos atrás…mas que vira e mexe rola de novo.

Um sujeradmin aí às vezes me chama pra instalar uns servidores Linux pra ele (visto que ele ‘só manja de coconectiva’). Daí instalo tudo bonitinho, com squid, postfix, antivirus e o escambal. OK… dali um ou dois dias o tiozinho me liga:

sujeradmin – ô japa, os caras lá estão precisando usar FTP.
Kenjiro – Aham…
sujeradmin – como eu faço pra iniciar o serviço de FTP no slackware?
Kenjiro – só edita o /etc/inetd.conf, descomenta a linha, reinicia o inetd e era isso
sujeradmin – tá, peraí.
sujeradmin – É que o pessoal aqui precisa enviar uns arquivos por ftp para XXXYYYZZZZ e não estão conseguindo.
Kenjiro – ????
Kenjiro – peraí! Eles vão transferir arquivos de dentro da empresa pra outro local, fora da empresa?
sujeradmin – É
Kenjiro – Não é pro servidor deles aí não?
sujeradmin – Não, é lá pro servidor da XXXXYYYZZZ
Kenjiro – Ah não, então espera! Não precisa habilitar FTP no server deles aí não.
sujeradmin – Claro que precisa ômi! Senão o ftp aqui nao vai funcionar

(Neste momento eu quase jogo o celular no chão e sapateio em cima)

Depois de uns 5 minutos explicando que não precisava de nada disso… o tiozinho PARECE entender.

Algumas semanas depois ele me liga, com relação a outro servidor, pra falar da mesma treta…

sujeradmin – Japa, como é mesmo que faz pra liberar FTP no slackware? Os caras querem fazer FTP pra…
Kenjiro – Só um pouco… (Contando até 2^1024)
Kenjiro – O servidor que eles vão acessar é fora daí?
sujeradmin – É, que nem la naquele outro server que tu me ajudou um dia desses.
Kenjiro – …..

É phoda né!

Ó poderoso Yoda… e aquele sabre de luz que eu pedi com tanto carinho… quando é que vem???